nós temos 25625 imagens em 1157 albuns e 101 categorias visualizadas 740281 vezes

Apesar de acabarmos de entrar no mês de Abril, The Vamps já está animando os fãs com material novo. O quarteto lançará no dia 19 de Abril o EP ‘Missing You’ e para dar um gostinho, ‘Right Now’, que faz parte do novo trabalho, já está disponível nas plataformas digitais.

Nós conversamos com o Tristan para saber mais sobre o EP, Right Now e a turnê Four Corners.

Oi Tristan, gostaríamos primeiramente de parabeniza-los por tornarem-se a primeira banda a tocar cinco anos consecutivos na O2 Arena!

Eu sei. É louco, não é? É muito doido!

A turnê Four Corners começa no fim do mês e inclui a O2, como vocês se sentem sobre isso?

A deixa mais especial ainda e o show em Londres será louco. Coisas assim são tão legais, é muito bacana ter prêmios já que trabalhamos duro e amamos o que fazemos. Gostamos de ter essas coisas e termos tocado por cinco anos é muito incrível.

Vocês irão tocar em arenas grande e casas pequenas nessa turnê?

Sim. Nós queríamos fazer isso porque sentimos falta de casas de shows pequenas mas também amamos o fato de que podemos tocar em arenas. Gostamos de ambas. Então pensamos, “porquê não fazer as duas?”, sabe? ir à todos os lugares que nunca fomos antes e chamar de Four Corners Tour já que estamos indo a todos os cantos.

Eventualmente será uma turnê mundial, então iremos aos quatro cantos do mundo como a Rússia – que será nossa primeira vez. O nome naturalmente cabe no conceito ‘vamos a todos os lugares’.

O que os fãs podem esperar dos shows?

Estamos planejando os menores shows, e a medida que vamos chegando nos maiores, então iremos expandi-los. O palco, as luzes, os telões. Você apenas aumenta naturalmente, já que é mais fácil criar do que desmontá-los. A O2 é duas vezes maior do que o show de Plymouth por exemplo, em termos de produção. A vibe é a mesma, apenas tamanhos diferentes.

Vocês tem algo especial planejado para essa turnê?

Temos músicas novas e iremos trazer pessoas legais para o palco; uma nova vibração e outro ano de diversão. É o que amamos ver, fãs se juntando e se divertindo.

Você mencionou música nova e anunciaram o EP Missing You, você pode falar um pouco sobre o processo de criação?

O EP na verdade começou com duas canções; Missing You e Right Now. Right Now, com Krept & Konan, são artistas que amamos e que acreditamos que passam uma mensagem forte.

Eu amo grime e queria fazer algo diferente, nós tivemos muitas opções de colaboração mas eram muito previsíveis. Era literalmente artistas falando com artistas. Falei com Krept e disse ‘você devia dar uma passadinha na minha casa’, então ele foi. Konan e Brad também foram e nós escrevemos juntos.

Foi tão orgânico, ninguém mais envolvido além de nós e os artistas. É como Right Now foi criada, assim como Missing You – uma música que escrevemos e gravamos. Literalmente fizemos todo o processo nos estúdios que temos em nossos lares, enviando coisas uns aos outros.

Têm sido mais fácil ou mais difícil ter mais tempo e controle de suas próprias músicas?

O mais engraçado é que temos escrito uns com os outros desde o nosso primeiro álbum, mas tivemos menos tempo para fazer as coisas que fazemos agora, pois não tínhamos folga fazendo turnês por cinco anos constantemente. Não tínhamos tempo para focar em tudo, então dessa vez tiramos quatro meses de férias para preparar tudo.

Você tem uma faixa favorita do EP?

A minha é Right Now.

Bem, não estou surpresa!

(risos) Eu sinto que é diferente e eu a produzi então é como meu bebê. Estou animado para ver a reação dos fãs.

Você mencionou turnê e o álbum Night & Day os levou pelo mundo. Qual é o momento mais especial para você do álbum?

Acredito que quando chegou em primeiro nas paradas britânicas, foi muito especial. Nos levou à todos os lugares do mundo e é legal. Nos apresentou a lugares novos e bonitos no mundo, como a Índia e a América do Sul – acreditávamos que nunca iríamos e agora estamos quase sempre por lá, pois eles apoiam muito nosso trabalho.

Nós vemos isso ser falado muitas vezes, mas temos que perguntar; há alguma dessas faixas que vocês sentem que passaram a ‘fase’ e não conseguem mais se identificar tanto?

Sim, é engraçado você dizer isso porque fizemos algumas dessas músicas aos dezesseis e você tem mais energia naquela época. Então sinto que não é que não podemos nos identificar mais porque todos gostam de se divertir, como as faixas do nosso primeiro álbum – que são sobre festas e viver a vida.

Eu consigo me identificar com Can We Dance e Wild Heart onde você só quer dançar com alguém, é que as vezes no palco é difícil demonstrar a mesma energia já que temos trabalhos novos. A nova turnê terá essa pegada, músicas antigas num estilo novo.

Quando você era mais novo qual foi a maior mentira que já contou?

Mentira? Quer dizer, eu costumava roubar cartas de Pokémon quando criança. Eu as vendia e mentia sobre isso, era muito ruim.

Vocês cresceram nos holofotes, mas como vocês se sentem com seus amigos crescendo lado-a-lado?

Nos sentimos incríveis. Sinto que nenhum de nós mudou, todos temos a mesma essência, só não nos parecemos fisicamente como antes. Brad tem um bigode agora. É realmente legal, nós somos literalmente melhores amigos, nós já moramos juntos, podemos relaxar e passar um tempo juntos em turnê ou trabalhando e por prazer também. É o melhor dos dois mundos.

A medida que o tempo passa, fica mais fácil lançar música nova?

Nós estamos muito animados com esse EP, faz um tempo que não lançamos nada e nós realmente trabalhamos duro nesse tipo de material, então estamos na expectativa. É realmente animador, é o mesmo de sempre [em relação a lançar algo novo] mas estou mais animado. É o mais animado que já fiquei.

Algumas dessas músicas serão tocadas na turnê?

Sim, a maioria delas definitivamente irão.

O que você gostaria de dizer aos fãs que estão lendo isso?

Um muito obrigado. Soa clichê, mas muito obrigado. É incrível o quão leais eles são e é legal saber que temos eles, e eles tem a nós. Quando estão para baixo, eles ouvem nossas músicas e se isso os ajuda como ajuda a mim e os garotos, quando estamos passando pela mesma coisa… Todo mundo busca refúgio na música.

Sinto que podemos estar lá para eles, então sempre estaremos lá por eles. Obrigado, nos vemos em turnê já que estaremos em todos os lugares do Reino Unido e os veremos em suas cidades!

Finalmente, quais os planos para o resto de 2019?

Temos um grande planejamento para a despedida de solteiro do James.

Vocês já tem ideia do que farão?

Não sei, mais ou menos. Tenho ideias que provavelmente são ilegais, mas faremos do mesmo jeito. Não, não iremos. Temos ideias para a despedida de solteiro, potencialmente o começo do novo álbum, turnê e muitos festivais durante o verão. São muitas coisas acontecendo.

Fonte: CelebMix

deixe o seu comentário!