AgendaPróximos eventos

17/09 São Paulo – Brasil
20/09 Buenos Aires – Argentina
23/09 Auckland – Nova Zelândia
26/09 Brisbane – Austrália
27/09 Sydney – Austrália
30/09 Melbourne – Austrália
03/10 Perth – Austrália
10/10 Tóquio – Japão
11/10 Tóquio – Japão
13/10 Osaka – Japão
15/10 Taipei – Taiwan
02/02 Cape Town – África do Sul
03/02 Johannesburg – África do Sul
28.07.17
Categorias: Entrevista; The Vamps

The Vamps se sentem alienígenas em turnês? Entenda!

Postado por The Vamps Brasil Compartilhe já em:

The Vamps sofrem para se adaptar quando estão em turnê e admitiram que se sentem como alienígenas

The Vamps se sentem como ‘alienígenas’ quando estão em tour.

Os hitmakers de Can We DanceBrad Simpson, James McVey, Connor Ball e Tristan Evans nunca passaram mais que 24 horas em um país (tvbr: mentira!), a menos que estejam no Reino Unido e admitiram que sofrem para se adaptarem.

Durante entrevista no Good Morning Brittain na sexta (21), eles disseram: “Ficamos longe de nossas famílias e conforto de casa, entramos numa rotina que é a mesma todos os dias. Cada país é diferente então somos como alienígenas. Nós nunca estamos em um país mais que 24 horas por que estamos sempre viajando – a menos que seja a rotina do Reino Unido mas para mim é um pouco difícil. Nós somos bons em dar espaço uns aos outros.”

E ainda que passem cada minuto de todos os dias juntos na estrada, o quarteto nunca teve nenhum mal estar entre si por saberem dar espaço um aos outros.

Eles explicaram: “Nós somos muito sortudos por sermos melhores amigos. Nós nos damos muito bem e isso é bom para a longevidade do The Vamps. É ótimo ver uma plateia esgotada. Quando tínhamos 17 anos e conseguimos tal feito em nossa primeira turnê, pensamos que era normal. Acho que a medida que você amadurece, você aprecia mais. Nós somos muito apaixonados por música e nós estamos nisso por que amamos, conectar-se com tantas pessoas neste nível pessoal…é um sentimento muito bom.”

A boy band está bem na mira de alcançar a primeira posição nas paradas britânicas com seu álbum ‘Night & Day’, no qual será lançado em duas partes.

Eles disseram: “Tivemos má sorte no passado – Adele nos bateu, mas nós sentimos que trabalhamos tanto por esse álbum. É ótimo ter um número um. Não há muitos artistas que conseguem isso com apenas três álbuns.”

Explicando o porquê da decisão de um álbum em duas partes, eles adicionaram: “Antes do lançamento de cada álbum, nós escrevemos uma grande quantidade de canções, então tínhamos como 40/50 e fizemos a mesma coisa para este. Mas nós queríamos muito que as canções que amamos fossem lançadas então fizemos isso em duas partes.”