AgendaPróximos eventos

02/02 Cape Town – África do Sul
03/02 Johannesburg – África do Sul
13.10.13
Categorias: Entrevista; Scans; The Vamps

The Vamps na nova edição da revista Top Of The Tops

Por Bruna Dias Compartilhe já em:

The Vamps está novamente na revista Top Of The Tops. Nessa vez na edição de Outubro, e Tristan Evans deu uma pequena entrevista.

Confira a mesma, traduzida:

“Minha hiperatividade era louca!”

Tristan da The Vamps diz como tocar bateria o ajudou a manter o controle.

Você pode nos dizer o que significava para você ser hiperativo?

Eu era bem agressivo quando mais novo, e esse foi um dos maiores motivos de ter virado hiperativo. Eu tive problemas por fazer coisas estúpidas como roubar cartas de Pokemon e entrar em brigas.

Como seus pais reagiam quanto ao seu comportamento?

Eu ficava de castigo – não me safava. Sempre respeitei meus pais, mas não conseguia controlar minha hiperatividade. Era muito louco. Quando tinha 16 anos, foi a época mais difícil para mim. Alguns professores não gostavam de mim porque pensavam, “Ele vai fazer algo errado hoje, olhe para ele…” então isso me colocou para fora da escola.

Então como você aprendeu a lidar com sua hiperatividade?

Coloquei minha agressão na bateria. Tinha uma aula toda semana e ganhei um kit de bateria aos 9 anos, então coloquei minha energia toda nisso. Não sabia que viraria uma carreira, mas pelo menos sabia que tinha algo como suporte.

Que conselho você daria para alguém que sofre com o distúrbio?

Ache uma maneira de canalizar sua energia em algo, e continue. Mesmo se você não gostar, se for bom, continue.

Confira scans da revista, onde mostram fotos de cada um dos integrantes num photoshoot tirado para a revista: