AgendaPróximos eventos

17/09 São Paulo – Brasil
20/09 Buenos Aires – Argentina
23/09 Auckland – Nova Zelândia
26/09 Brisbane – Austrália
27/09 Sydney – Austrália
30/09 Melbourne – Austrália
03/10 Perth – Austrália
10/10 Tóquio – Japão
11/10 Tóquio – Japão
13/10 Osaka – Japão
15/10 Taipei – Taiwan
02/02 Cape Town – África do Sul
03/02 Johannesburg – África do Sul

É uma boa época para ser fã do The Vamps. Não só o grupo britânico entrará em tour mundial novamente, mas as sensações teen estão há semanas de lançar seu novo álbum Night & Day (Night Edition). Como parte da campanha, Brad Simpson, James McVey, Connor Ball e Tristan Evans darão de presente a sua fã-base um modelo diferente, onde o quarteto liberará 10 músicas no dia 14 de Julho, e seu sucessor Day Edition, no final do ano.

IHEARTRADIO, ESTADOS UNIDOS

5953cf0ce4239d6e31cbd27b.png5953cf73e4239d6e31cbd27f.jpgiheartradio.png
Os garotos estiveram no escritório da iHeartRadio onde falamos sobre o lançamento, mas também fomos à fundo sobre a criação de ‘All Night’, uma colaboração sensacional com Matoma.

Artista: The Vamps

Título: “All Night”

Produtores: Matoma, DJ Frank E, Danny Majic

Data de lançamento: October 14, 2016

Álbum: Night & Day (Night Edition)

Compositores: Justin Franks, John Mitchell, Daniel Majic, Connor Ball, James McVey, Brad Simpson, Tristan Evans

Primeiro estágio de “All Night” com o DJ Frank E:

BRAD: “Há uma cansão que escrevemos há um ano atrás e nós o enviamos, chamada ‘Stay’. Nós só queríamos que ele colocasse sua essência nisso por que achamos que ele é um ótimo DJ e produtor. Mandamos e ele realmente gostou da faixa. Nós fomos para Los Angeles para trabalhar com Frank e finalizar a música.

Nós saímos da sessão [de composição] sem ouvir o refrão de ‘All Night’ e então recebemos um e-mail uma hora depois dizendo ‘Esqueci de tocar para vocês isso. O que acham?’ coloquei para os garotos no carro, e estávamos como ‘É, está boa.’ Nos levou alguns dias para estarmos como ‘Isso pode ser muito, muito legal.’ Nós voamos de volta para LA, trabalhamos a canção com Frank, e é exatamente como você ouve hoje.”

Trabalhando com Matoma no produto final:

BRAD: “Acredito que quando você faz uma colaboração, quer usar o tamanho certo de influência de ambas as partes. Obviamente nós sentimos que tínhamos mais liberdade se aprofundar no mundo dançante do EDM por conta de Matoma, mas nós também queríamos manter-nos fiéis como músicas e aos fãs. Ele incluiu a quantidade certa de guitarras que soou natural e não atrapalhou a faixa. Nós estamos muito felizes com o modo que ela soa.”

Separando músicas da coleção Night/Day:

BRAD: “Muito da [separação do álbum] foi determinada pelo conteúdo das composições, mais do que os ritmos das músicas. Acho que o álbum Night tem mais… eu não quero dizer sexy, mas há uma canção chamada, ‘Same To You’, e são um pouco mais cheia de sentimentos e as do Day são mais ‘para cima’. Nós ainda estamos em processo de escolha da segunda parte. Não confirmamos a tracklist ainda, esperem e verão.”

Conceitualizando a proposta do álbum Night/Day:

JAMES: “Fizemos um bundle que consiste em quatro álbuns diferentes. Nós escrevemos tantas canções quando o fazemos, todos os artistas o fazem. Para nós, queríamos dar aos fãs a oportunidade de conhecer o gosto musical de cada membro, um pouco mais à fundo. Claramente, quando nos juntamos, é o que a banda é, mas em nossos discos individuais, há oito canções que permanecem as mesmas, e há duas que são especiais para cada um. No meu caso, por exemplo, tenho uma faixa com o Rascall Flatts, Tristan com uma cara de sua cidade natal, no Reino Unido.”

Planos para 2017:

TRISTAN: “Estamos no meio da turnê mundial. Começamos no UK com turnê por arenas, Europa com Little Mix, e então iremos para a América do Sul e o resto do mundo. Queríamos muito, apenas para o álbum, fazer um showcase onde não é um show completo, mas uma pegada acústica. Assim explicamos como as canções vieram em casas de show menores, o que é bem legal e íntimo. Estamos animados.

BRAD: “Nós também planejamos tocar na íntegra a versão Night, algo que nunca fizemos antes. Vai ser bem legal tocar de uma maneira crua.”