AgendaPróximos eventos

17/09 São Paulo – Brasil
20/09 Buenos Aires – Argentina
23/09 Auckland – Nova Zelândia
26/09 Brisbane – Austrália
27/09 Sydney – Austrália
30/09 Melbourne – Austrália
03/10 Perth – Austrália
10/10 Tóquio – Japão
11/10 Tóquio – Japão
13/10 Osaka – Japão
15/10 Taipei – Taiwan
02/02 Cape Town – África do Sul
03/02 Johannesburg – África do Sul
10.07.17
Categorias: Entrevista; The Vamps

The Vamps fala sobre carreira e novo álbum para o Music And Gigs UK

Por The Vamps Brasil Compartilhe já em:

The Vamps passou por muitas coisas desde que foram formados em 2012, desde postar covers no Youtube para vender turnês. Em 2014 seu álbum de estreia ‘Meet The Vamps’ foi lançado e a minha versão 19 anos de idade adquiriu uma cópia na pré-venda. Já em 2017, eles possuem um terceiro disco ‘Night & Day’ – cujo está previsto para ser lançado no dia 14 de Julho.

Como um agradecimento especial para os fãs que têm estado desde o começo, os garotos fizeram shows íntimos acústicos ao redor do Reino Unido, aonde estes fãs puderam ouvir as faixas do CD antes de todo mundo. Falei com The Vamps antes de seu primeiro show em Manchester para falar sobre suas canções favoritas, shows futuros e imagem na mídia.

Por que saíram de turnês por arenas enormes no qual vocês conseguem lotar, e decidiram voltar para pequenas e íntimas casas de show?

BRAD: Bem, obviamente nós temos um álbum a caminho em uma semana, no qual estamos muito animados e nós meio que queríamos fazer algo legal para os fãs e pessoas que nos apoiaram desde o começo. Eles foram os responsáveis por vernos quando estávamos tocando em pequenas casas de show, e nos apoiaram desde o começo. Nós queríamos fazer algo para eles e o showcase (show íntimo) para o álbum. É também muito bom para nós sabermos que canções funcionam melhorar ao vivo do que outras, então podemos pegar isso que aprendemos e colocar na turnê do ano vem.

Então outra arena tour está nos planos?

BRAD: Potencialmente, sim.

TRISTAN: Isso realmente não faz parte da turnê mundial, é como um projeto à parte. Nós fizemos uma UK Arena Tour este ano, mas estamos animados para a próxima.

Sua turnê começou em Birmingham no sábado passado, como têm sido até agora?

JAMES: Ótimo. Têm sido legal cantar canções intimamente e sinto que podemos nos comunicar com a plateia de um modo melhor nesses tipos de shows, acho que consequentemente e esperançosamente, eles saiam sentindo-se que conhecem as canções melhor do que se fossem colocadas em caixas de som. Acho que é uma vibe bem bacana.

Esse álbum têm sido descrito como o mais honesto, qual é a sua faixa favorita e por quê?

TRISTAN: ‘Same To You’, por que eu amo a mensagem e acredito que a melodia e verso são tão diferentes. A história por trás é que obviamente você esteve com uma garota, terminaram e ela está com outra pessoa; é como: ‘ele te ama como eu amo e parece o mesmo para você?’

BRAD: A música que eu realmente gosto nesse álbum é ‘Stay’ – provavelmente a mais honesta e pessoal para mim. É sobre tentar se retratar com seus erros pedindo a pessoa para ficar e amar apesar do que você pode ter feito de errado.

CONNOR: ‘Paper Hearts’, eu gosto como essa canção foi criada no estúdio, foi uma boa vibe. A fizemos em 20 minutos e quando uma música sai assim, é natural. É baseada em se seu coração fosse um papel você o dobraria e jogaria e voltaria com a garota que você costumava estar, e está sentindo muito a falta dela.

JAMES: A minha também é ‘Same To You’, no qual Tristan explicou para você antes.

Vocês possuem uma imagem na mídia bem limpa, nada muito controverso. É difícil manter-se assim ou é apenas como vocês são?

TRISTAN: Nós somos tranquilos. Não tenho feito nada radical por anos.

BRAD: Acho que nós apenas gostamos de manter esse lado de nossas vidas, para nós mesmos. Nós estamos num lugar tão bom sabendo o que gostamos e aonde aproveitar. Nós ainda vivemos uma vinda muito normal fora da banda, creio que é apenas aprender a aceitar que pessoas vão querer saber desse pedaço da sua vida. Saber que se você segura essa parte pertinho e é especial e privada, ao menos você tem alguma normalidade e pé no chão.

The Vamps estão juntos desde 2012, qual a sua parte favorita em estar na banda?

TRISTAN: Cair na estrada, viajar o mundo, acho que já estivemos em uma boa parte dele. Há lugares que nunca estivemos como Nova Zelândia – no qual estamos indo este ano. Também iremos a África do Sul. É tão legal alcançar fãs ao redor do mundo que não teríamos chance se não fosse a banda.

BRAD: Gosto de poder fazer algo que começou como um hobby e algo que eu amo como emprego. Algo que nunca parece trabalho.

CONNOR: Gosto de poder ver tantos lugares incríveis enquanto trabalhamos, é apenas incrível poder fazer isso com seus amigos.

TRISTAN: Especialmente em dias de folga; nós levamos muito a sério especialmente este ano! Nós vamos a barcos, muitos barcos. Temos um plano chamado ‘turnês do Joe’, e ele faz tudo para nós e planeja como será.

JAMES: Eu gosto de documentar ou poder ver tudo online. Nós temos nosso canal de Youtube, então gosto de estar lá as vezes e estar na banda é bom por que é como ter um álbum fotográfico que se mexe, gosto desse lado da indústria.

Os garotos continuarão sua turnê íntima pelo Reino Unido até o lançamento de seu novo álbum, onde irão autografar em lojas HMV por todo o UK.