AgendaPróximos eventos

17/09 São Paulo – Brasil
20/09 Buenos Aires – Argentina
23/09 Auckland – Nova Zelândia
26/09 Brisbane – Austrália
27/09 Sydney – Austrália
30/09 Melbourne – Austrália
03/10 Perth – Austrália
10/10 Tóquio – Japão
11/10 Tóquio – Japão
13/10 Osaka – Japão
15/10 Taipei – Taiwan
02/02 Cape Town – África do Sul
03/02 Johannesburg – África do Sul
24.04.14
Categorias: Connor; Entrevista; James

The Vamps afirma que tem o poder de conquistar o Reino Unido

Postado por Paula Sales Compartilhe já em:

Os galãs com o álbum em segundo lugar no Reino Unido, dizem que estão tendo que colocar a vida amorosa de lado para se concentrarem no trabalho com a música.

The Vamps está batalhando com Paolo Nutini pelo lugar no topo do gráfico dos álbuns, mas os músicos de pop-rock dizem que eles tem um foco em um ato muito maior – The Beatles.

O gráfico classificou Meet The Vamps como segundo lugar, logo atrás de Caustic Love de Paolo Nutini.

Mas o guitarrista, James McVey, disse que ele e seus colegas de banda tem um objetivo ainda maior para sua tour no Reino Unido.

Apesar do grupo ser comparados diariamente com boybands como One Direction e 5 Seconds of Summer, James, Brad, Connor e Tristan prefeririam ser comparados com John, Paul, George e Ringo (os Beatles).

Como estão ansiosos para a primeira tour própria deles, James disse “Eu espero que as pessoas na América gostem da nossa música, porque nós somos uma banda que ‘toca guitarra’. ‘Eles adoraram os Beatles, eu não estou nos comparando com The Beatles, mas bandas como essa fazem muito sucesso por lá. Esperançosamente, eles nos veem como uma banda sólida, não apenas uma banda pop. Nós nos juntamos e tocamos música desde o primeiro dia’

Mcvey adicionou: ‘A coisa de boyband foi imposta á nós por garotas que escutam Union J e One Direction, isso é absolutamente ótimo, mas nós queremos ser conhecidos pelas músicas que escrevemos e por sermos músicos. Nós nos inspiramos em bandas como The Beatles muito, e as vezes é bom ouvir as pessoas nos comparando a eles.’

A banda está feliz com os três singles Top 5 que alcançaram, que estão longe de serem músicas Pop.

James: “As pessoas só nos conhecem pelos singles. Eu espero que, com a evolução da nossa música, nós possamos viver experiência e termos mais conhecimento, e que as pessoas refletirão no nosso terceiro ou quarto álbum, como The Beatles. Nossa música é completamente diferente de 5 Seconds of Summer. Nós podemos ser parecidos, mas eles estão mais para punk pop. Nós crescemos ouvindo Blink-182, então nós gostamos do som de 5SOS, mas não acho que nossa música é particularmente similar. Nós somos mais pop que eles.”

Assim como a tour no Reino Unido, The Vamps adicionou apresentações no UK ao itinerário da banda, os quais serão feita nos dias 27 e 28 de Setembro.

Connor: “Fazer tour e tocar em shows é nossa coisa preferida. Fazer nossa própria tour vai ser incrível, sensacional”

Os membros da banda revelaram que eles impuseram proibições de namoros para eles mesmos, para impedir que eles fiquem loucos.

James: “No começo da banda todos nós tínhamos namoradas, mas elas foram para a universidade e nós começamos a viajar. A natureza do nosso trabalho significa que nós temos muito pouco tempo em casa ou em um lugar em especial. Não ficamos em um espaço por muitos dias. É difícil manter amizades, muito menos deixar namoradas felizes. Se um de nós conhecer uma garota que role um clima e que dê para fazer o relacionamento dar certo com o que está acontecendo com The Vamps, então beleza. Mas nós decidimos, para o bem estar mental, não nos envolvemos. Se você realmente gosta de uma garota e não pode vê-la, isso vai te deixar louco. Mentalmente, é importante para nós como uma banda nos mantermos o mais positivos possível. Nós concordamos que é melhor focarmos na existência da banda. Mas você não pode se impedir de se apaixonar, então vamos ver o que acontece.”

Connor: “Nós achamos que é melhor não termos namoradas agora porque nós nunca estamos em casa e nunca estamos em um lugar só. Nós preferimos não ter namoradas do que nunca vê-las e tê-las tristes em casa sem poder falar com a gente. A banda ainda é nova para nós, nós estamos fazendo coisas novas todo dia, então não é irritante para nós não termos namoradas. Nós estamos nos aproveitando.”

Então o grupo já teve uma experiência com alguma coisa parecida com a histeria de Beatlesmania à essa altura?

Connor: “Nós tivemos que chamar a 999 quando as fãs perseguiram e cercaram nossa van. Elas começaram a balançar a van e nós ficamos preocupados se elas iriam quebrar as janelas. Foi como o apocalipse.”

James: “Eu e o Connor estávamos em um hotel em Manchester. A porta estava destrancada. Ouvimos alguém batendo na porta e, como tínhamos pedido comida, achamos que era o serviço de quarto. Nós gritamos ‘entre’ e umas seis garotas entraram. Nós estávamos na cama. A primeira coisa que uma delas disse foi ‘você pode nos seguir no twitter?’ o que foi estranho.”

Mas eles contam que conseguem lidar com a atenção.

James: “Estar em uma banda não é um trabalho fácil. Semana passada nós tivemos que ficar acordados até meia noite porque nosso single estava sendo lançado. Então é um trabalho de 24 horas.”

Fonte: The Vamps News