AgendaPróximos eventos

17/09 São Paulo – Brasil
20/09 Buenos Aires – Argentina
23/09 Auckland – Nova Zelândia
26/09 Brisbane – Austrália
27/09 Sydney – Austrália
30/09 Melbourne – Austrália
03/10 Perth – Austrália
10/10 Tóquio – Japão
11/10 Tóquio – Japão
13/10 Osaka – Japão
15/10 Taipei – Taiwan
02/02 Cape Town – África do Sul
03/02 Johannesburg – África do Sul
14.04.14
Categorias: The Vamps

Sugarscape faz resenha sobre o “Meet The Vamps”

Postado por Paula Sales Compartilhe já em:

A primeira vez que encontramos The Vamps no verão passado, nós sabíamos que eles seriam os próximos grandes artistas desde o pedido de Niall Horan no Nando’s. E nós não estávamos errados, estávamos? Desde então, tivemos o refrão ridiculamente contagiante de seu álbum de estreia ‘Can We Dance’, o show no Estados Unidos, a turnê da Taylor Swift, uma grande quantidade de produtos para cabelo – os rapazes estão prontos para deixar o seu álbum suculento penetrar em nossos tímpanos.
Sim – Brad, James, Tristan e Connor *finalmente* lançaram o Meet The Vamps e nós fizemos uma resenha do que se trata.

O CD começa com o segundo single do grupo “Wild Heart”, que praticamente define o tom para o resto do álbum com um estilo meio “Mumford & Sons”.

Das meninas Beyoncé e Rihanna – se referindo à ‘Girls On TV’ – esta é a trilha sonora de verão perfeito.

Faixas mais prováveis de estar no topo dos charts:

Oh Deus, como começamos? Primeiro, Savan Kotecha com sua ideia de ‘yeahhh you’ e um incrível refrão. As grandes baladas como ‘She Was The One’ mostram um lado diferente dos garotos e não ficaríamos surpresos se músicas como ‘Smile’ fizessem seu pai produzir uma cópia do CD às escondidas.

Também estamos totalmente apaixonados por Oh Cecilia (Breaking My Heart), mas essa é um pouco antiga, não é?

Depois de ouví-lo, nos sentimos como… Usando um chapéu de cowboy e andados nu por aí, com nada além de um banjo para cobrir nossas partes íntimas.

Veredito final:

4 estrelas ****. Neste mundo maravilhosamente cheio de boybands em que vivemos, The Vamps conseguiu esculpir sua própria jornada e som único. O álbum é repleto de sucessos, por isso comprem-o!

Fonte: Sugarscape