AgendaPróximos eventos

02/02 Cape Town – África do Sul
03/02 Johannesburg – África do Sul
09.08.17
Categorias: Entrevista; James; The Vamps

StarWars.com: James McVey fala sobre carreira e amor pela saga

Por The Vamps Brasil Compartilhe já em:

O guitarrista falou com o StarWars.com sobre seu fandom de Star Wars – incluindo um certo gungan.

 

Eles estiveram em turnê com Selena Gomez, Little Mix, e Taylor Swift, mas agora a banda britânica The Vamps está para cair na estrada com sua world tour para divulgar seu novo álbum Night & Day. O StarWars.com conversou com o guitarrista James McVey sobre seu amor pela saga, conhecer Carrie Fisher (e Gary!), e ficar emocionado com Rogue One.

StarWars.com: James McVey, bem-vindo ao StarWars.com!

James McVey: Obrigado por me receber!

StarWars.com: Você foi citado para mim como o mais fã da banda – é isso ou empurraram [a entrevista] para você?

James McVey: Não, é verdade! Meu pai assistia os originais nos anos 70, então quando eu estava crescendo assisti os vídeos cassete do IV, V e VI. Cresci com isso.

StarWars.com: Então você devia ser bem jovem quando o Episódio I – A Ameaça Fantasma, lançou?

James McVey: Sim, eu devia ter seis ou sete anos. Eu lembro de ser lançado, mas assisti os originais antes e acho que foi a melhor maneira de me introduzir à saga.

StarWars.com: OK, vou trazer de volta um certo senhor Jar Jar Binks, aqui. Você é muito fã, não é?

James McVey: Sim, eu gosto da profundida das histórias, acho que ele é um personagem interessante. Toda a cidade de Gungan subaquática também é realmente interessante e, se não fosse por Jar Jar, eles nunca teriam ido lá. Acho que ele é um bom link para a outra parte de Star Wars, na qual os fãs podem se envolver.

StarWars.com: Apenas imagine — você foi designado a uma ilha deserta, ou talvez um Tatooin — mas você só pode levar um filme de Star Wars com você. Qual seria?

James McVey: Eu amo os recentes e sei que O Império Contra-Ataca tende a ser o filme que as pessoas mais gostam, mas para mim, é o primeiro. Eu apenas amo a abertura. Você não sabe o que está acontecendo, mas é óbvio que aconteceu tanta coisa antes. É incrível agora após Rogue One, ver o que foi construído, é como um ciclo.

StarWars.com: Qual a coisa mais louca, relacionada a saga, que você fez?

James McVey: Nós fomos a premiere de Rogue One. Nosso amigo nos convidou, mas ele disse que não haveria tapete vermelho ou algo do tipo. Acho que um de nós tinha uma mala de viagem e nós estávamos caminhando juntos, tentando pegar lugares; alguém nos colocou num canto e saímos direto no tapete vermelho enorme! Estávamos passando a premiere com nossas malas e pertences! Então nós entramos e o todo o elenco estava lá — foi insano! Nós fizemos o Celebrity Juice com Carrie Fisher em Novembro. Foi louco para mim. Conhecer ela e Gary foi um sonho.

StarWars.com: É por isso que você está numa banda, não é? para ser convidado a premieres de Star Wars e sair com ícones?

James McVey: Exatamente! [risos].

StarWars.com: Como você reage ao conhecer alguém que nunca assistiu a saga? Instantaneamente eles estão mortos para você?

James McVey: Nosso guitar tech, Scott, está em seus 30 anos e nunca assistiu nenhum! Eu não sei como você cresce sem ver [um dos filmes]. Eu estava desapontado. Até mesmo chocado.

StarWars.com: Você precisa ensiná-lo, não?

James McVey: Na verdade, eu acidentalmente deixei um box no ônibus de turnê com O Despertar Da Força, e ele levou para casa com ele. Esperançosamente eu o fiz um favor.

StarWars.com: Vamos esperar que sim. Duas escolhas: Você consegue seu papel dos sonhos num filme de Star Wars, o que significa que você será imortalizado como uma figura de ação, ou se for muito sortudo, um personagem colecionável…

James McVey: Ok…

StarWars.com: Ou The Vamps vence um grame, consistindo em uma glória compartilhar e reconhecimento não apenas para você, mas para seus colegas de banda…o que você prefere?

James McVey: Acho que depende que papel eu interpretaria?

StarWars.com: Estamos falando de um muito importante, amor…

James McVey: Isso é muito difícil. Eu conheço um dos Rizze Kicks Boys interpretados em Rogue One e foi muito bom, mas eu não poderia tirar isso da banda! Quero dizer, um Grammy seria incrível.

StarWars.com: Esta é sua resposta final?

James McVey: Talvez eu possa fazer ambos e aceitar o Grammy como um stormtrooper ou algo assim? seria um acontecimento híbrido!

StarWars.com: Talvez. Agora, eu ouvi que ocasionalmente você fica meio emotivo durante filmes. É o caso com a saga?

James McVey: Oh sim, o fim de Rogue One foi rídiculo [de emocionante]! Não há um filme em que eu tenha visto antes e ninguém sobreviva. Todos os heróis apenas vão. Eu estava um pouco esperançoso, como se tivesse algo para acontecer, mas todo mundo morre efetivamente.

StarWars.com: Estamos falando de verdadeiras lágrimas?

James McVey: Sim! Quando Jyn e Cassian estão sentados na praia e tudo está acabando… provavelmente o momento mais emocionante que tive com Star Wars.

StarWars.com: Com mais para vir…

James McVey: Sim! Estou muito feliz que mais filmes estão sendo feitos. Havia um grande espaço e eu estava pensando, haverá volta? e quando teve, foi a melhor coisa do mundo.

StarWars.com: Qual é o seu nível de animação com Os Últimos Jedi agora? Você está animado que se esquece de tomar banho, ou você está como, “Fala sério, estou numa banda em tour mundial, estou de boa…”

James McVey: É uma dessas coisas, não há filmes que cheguem perto de Star Wards e eu tenho uma grande fascinação com a história. Eu acho muito interessante os detalhes, então para mim, não há nada mais animador que isso.

StarWars.com: Mais animador que uma tour mundial?

James McVey: É mais do que um filme para mim por que cresci com eles. É mais como um estilo de vida. Acho que para as pessoas que são grandes fãs da saga, é mais do que assistir um filme.

StarWars.com: Eu mencionei turnê, vocês estão para viajar ao Canadá, Austrália, Nova Zelândia, América do Sul e Japão. Há tantas datas, é como se vocês não parassem! Há algum território não visitado pelo The Vamps?

James McVey: Sim, nós estamos indo a Nova Zelândia e nunca estivemos lá antes, então é o lugar que estamos mais animados em visitar.

StarWars.com: Vamos falar sobre seu álbum Night & Day. É um álbum duplo ou seja, será lançado em duas partes, certo?

James McVey: Sim. Então, nós temos a versão Night, que saiu em Julho, e a Day que será lançada no fim deste ano. É mais como um conceito. O primeiro álbum é mais dark, emotivo — e a segunda parte é mais alegre, pra cima. Nós estamos contraste de emoções, cores e texturas.

StarWars.com: James, obrigado por falar conosco!

James McVey: Não, obrigado vocês.