AgendaPróximos eventos

02/02 Cape Town – África do Sul
03/02 Johannesburg – África do Sul

Bradley Simpson é capa da revista Birmingham Living do mês de agosto, e concedeu uma entrevista sobre o bar que abriu com a família, seu joelho ruim e a América do Sul.

Confira a entrevista traduzida abaixo:
Shelley Carter interrompeu uma sessão no estúdio para conversar com Bradley Simpson do The Vamps sobre gim, skate e ursos de cinco pés!

1/4 do The Vamps, Bradley Simpson, é um Brummie (natural de Birmingham) orgulhoso de modo que não há lugar como em casa. Ele pode ter legiões de fãs adoradores em todo o mundo e milhões de seguidores nas mídias sociais, mas ele aprecia voltar para a casa dos pais em Sutton Coldfield e relaxar. Ele diz:

“A vida não pode parar, então é ótimo vir para casa”.

Ele ama tanto a sua cidade natal que investiu em um bar na área, e é um assunto de família adequado. Naturalmente, o bar é chamado de Simpsons e não é um bar comum: seu foco é gim – há quase 80 para escolher – e o lugar tem uma glamourosa e grande vibração de Gatsby sobre ele. Não particularmente no gim inicialmente, Brad está fazendo sua pesquisa. Ele diz:

“Meus pais são grandes fãs de gim, então eu pensei que deveria gastar um pouco mais de tempo bebendo gim! Mamãe sempre quis abrir um café, mas isso veio e fomos por isso. Normalmente, não somos uma família que faz decisões difíceis, mas tudo acabou por isso”.

ASSUNTO DE FAMÍLIA

Toda a família está envolvida. Brad explica:

“Eu construí o site durante a turnê e mamãe e papai têm ajudado. Minha mãe foi responsável pelos interiores e a minha irmã é uma advogada, então ela fez todas as coisas legais, como contratos pessoais e marketing, por isso têm sido bom”.

Todos os fins de semana, o lugar está cheio e os colegas de banda de Brad ficam impressionados.

“Todos os membros da banda são de diferentes partes do país e todos nos reunimos para uma festa no bar. Todos disseram ‘você sabe que isso poderia funcionar na minha cidade natal’ onde quer que acontecesse”.

Sem dúvidas boas notícias para os ouvidos dos Simpsons, com o sonho de abrir mais bares eventualmente. Mostrando mais compromisso com Birmingham, Brad está envolvido no projeto Wild in Art deste ano, o Big Sleuth, em auxílio do Birmingham Children’s Hospital. Sleuth é o nome coletivo de um grupo de ursos – e os ursos coloridos estão sendo exibidos ao redor da cidade durante o verão. Lembra do Big Hoot? Isso, mas com ursos! Em outubro, os ursos serão leiloados para arrecadar fundos para o hospital. Brad projetou um urso chamado Bradley’s Bear, que está na caixa de correio. Vá dar uma olhada.

JOELHOS RUINS

Brad cresceu andando de skate ao redor de Eastside desde os 11 a 18 anos antes da sua vida na banda. De sua antiga queda, ele diz:

É bom ver como a cidade está mudando. Essa área é tão diferente agora. Eu sempre comprei minhas placas no Ideal na Custard Factory. Eu não patino mais graças aos meus joelhos ruins”.

O cantor de de 21 anos acrescenta:

“Eu tenho o corpo de alguém com 56 anos aparentemente! Eu sempre tento me juntar a meus velhos amigos de patinação quando volto, mas ao invés de patinar, acabamos conversando no pub”.

The Vamps podem parecer uma banda de meninos, mas não são fabricados. Eles encontraram-se naturalmente e formaram uma banda com fome de fazer música – eles são músicos genuínos – ao invés de serem famosos, por isso funciona e eles estão dentro disso para o longo prazo. Quando eles não estão liberando música, eles estão viajando ou escrevendo o próximo álbum. Por exemplo, All Night! Acabou de ser lançada, mas os rapazes já estão ocupados novamente escrevendo durante a turnê. Nunca é uma tarefa difícil.

“É extremamente prazeroso e não sentimos que é trabalhoso”, diz Brad.

Nos cinco anos, Brad certamente espera estar fazendo exatamente o que ele está fazendo agora, apenas com a banda e com mais bares no nome dele.

SONHO AMERICANO?

Os rapazes estariam saindo no dia seguinte [em turnê], depois de nos contar que acabaram de tocar no festival Isle of Wight, onde foram atração principal. Desta vez, eles estão indo para a América em algumas semanas, embora eles não estejam desperdiçando muito tempo tentando estourar lá. Brad explica:

“Nós nunca vamos ser escravos disso. Nós vimos outras pessoas gastarem 18 meses de suas vidas indo por isso. Nós não queremos negligenciar os fãs que já temos. “De que há abundância”.

Lugares favoritos para a turnê?

“A Austrália é impressionante e a América do Sul é ótima. Os fãs são loucos lá – de uma maneira boa!”.