AgendaPróximos eventos

02/02 Cape Town – África do Sul
03/02 Johannesburg – África do Sul
21.09.17
Categorias: Disco; Entrevista; The Vamps

DAMMIT Entrevista: The Vamps falam sobre “Night & Day”, seu novo disco

Por The Vamps Brasil Compartilhe já em:

Recentemente, a banda pop britânica The Vamps realizou alguns shows da turnê Middle Of The Night no Brasil e, durante a passagem dos meninos pelo país, o DAMMIT teve a oportunidade de conversar com eles – que já estiveram no BR no ano passado.

Em julho de 2017, o grupo lançou seu álbum mais recente, Night & Day, que diferente dos anteriores conta com uma pegada bem mais eletrônica. Desde então, os meninos vivem uma agenda louca e um sucesso estrondoso – o primeiro single do projeto, All Night, ultrapassou 200 milhões de plays no Spotify, enquanto Night & Day alcançou o primeiro lugar dos álbuns mais ouvidos do Reino Unido – acabando, assim, com o Ed Sheeran.

Em entrevista, Brad (vocal principal e guitarra) e Tristan (vocal e bateria) falam sobre o novo projeto, o Brasil e contam algumas curiosidades da banda. Confira a entrevista completa:

DAMMIT: Queremos saber: Se vocês tivessem que definir o disco com uma palavra, qual seria?
BRAD e TRISTAN:
 Eclético.

Night & Day tem uma pegada mais eletrônica do que os discos anteriores. Como foi para vocês se aventurarem nesse ritmo?
Foi bem diferente. Mas acho que é isso que gostamos, de nos desafiarmos como uma banda. Foi um processo muito divertido, nós bastante.

Ao contrário dos discos anteriores, vocês passaram um ano e meio trabalhando no Night & Day. Como foi essa experiência?
Foi boa. Sabe, isso tudo foi incrível, porque sentimos que corremos muito com o segundo álbum, que fizemos em sete meses. Então, é muito bom fazer algo com calma, com tempo, para podermos colocarmos as músicas certas no disco e trabalhar ele de uma maneira melhor.

Qual é a música favorita de vocês do disco, e por que?
Same to you e All Night. Nós amamos elas.

Qual música não pode faltar num show de vocês?
All Night e Can We Dance.

Vocês já visitaram o Brasil e sabem como são os fãs brasileiros. Então, quando ficaram sabendo que voltariam pra cá, qual foi a primeira coisa que vocês pensaram?
Ficamos muito empolgados. Nós amamos aqui, é muito legal. As pessoas são muito divertidas e amáveis. Desta vez, nós conseguimos interagir com alguns macaquinhos e foi muito divertido. E o Brasil é lindo também, então esperamos estar de volta aqui no próximo ano.

Vocês conhecem algum artista brasileiro, que vocês gostariam de cantar junto?
Hum… nós ouvimos muito sobre Wesley Safadão e Anitta.

Se vocês pudessem escolher qualquer música do mundo para ser uma composição de vocês, qual seria e por que?
BRAD: Provavelmente Blackbird dos Beatles, porque a parte da guitarra é muito boa.
TRISTAN: Eu realmente não sei, estou muito indeciso. [risos] Mas, acho que Instrumental Suave.

Vocês preferem: nunca mais performar ao vivo ou nunca mais lançar uma música nova?
Essa é difícil. [risos] Acho que… nunca mais performar ao vivo.